O que é Gianduia?

Você já ouviu falar de Gianduia? Este termo vem se popularizando muito de uns tempos para cá em meio aos amantes de doce, mas ainda tem muita gente que não sabe o que é.

Essencialmente, a Gianduia se trata de uma deliciosa pasta a base de 70% de chocolate misturado a 30 % de pasta de avelã.

Essa é uma criação de Paul Caffarel e Michele Prochet, fundadores da Caffarel, uma das mais clássicas e conhecidas fábricas de chocolate da Itália. Veja abaixo mais sobre a história dessa maravilhosa mistura.

A história da Gianduia    

Na história, o termo Gianduia é dado à mistura de chocolate com pasta de avelã, cujo nome foi criado pelos Piemonteses, Paul Caffarel e Michele Prochet, donos da Caffarel, conforme citamos acima, especificamente na cidade de Turim.

Nos relatos históricos, após Piemonte ser conquistada por Napoleão, o cacau se tornou um ingrediente escasso.

Com isso, os chocolateiros da época precisavam encontrar um substituto, por isso, começaram a adicionar avelãs à receita, pois, se tratava de uma fruta que crescia em abundância na região. Mas, acredita-se que o blend era produzido em Piemonte desde 1600.

Assim, da combinação de 70% do chocolate com 30% de creme de avelã, surgiu a Gianduia que, a princípio, era usada pelos piemonteses como um alimento energético, mas anos depois se tornou uma sobremesa que é consumida sozinha ou com demais ingredientes.

A união dos dois ingredientes principais da Gianduia é uma verdadeira alquimia de sabores, uma vez que a avelã é incorporada facilmente ao chocolate, pois agrega fibras. O melhor de tudo é que podemos apreciar um pouco da culinária tradicional italiana e conhecer alguma de suas belas invenções, uma vez que no Brasil é comum encontrarmos não só produtos bem pareceidos, como a Nutella, por exemplo, mas também em criações como o milkshake de Gianduia da It Burger.

Hoje muitos confeiteiros vêm agregando o nome Gianduia a suas produções de bombons, mousses e outros tipos de sobremesa, para agregar mais valor e deixar o doce mais refinado.

A origem do nome

A Gianduia recebeu esse nome, pois representa personagens “marionetes” usadas nos desfiles dos carnavais de Piemonte, cidade italiana.

O nome é inspirado em personagens da Commedia Dell’Arte, que era movimento teatral tipicamente italiano da época. De acordo com a tradição, Gianduja era um personagem alegre de Piemonte que andava pela cidade carregando sua “duja”, que no italiano significa “pote”.

A principal função dessa “duja” era armazenar vinho, mas existem especulações que esse pote também era utilizado para guardar a mistura.

O sabor da Gianduia

O sabor da Gianduia é bastante apreciado na confeitaria mundial, desde a sua invenção na cidade italiana de Turim. Desde aquela época, bolos e tortas já eram confeccionados de Gianduia, além de outros tipos de doces. Hoje, no Brasil, está cada vez mais fácil encontrar confeitarias que trabalham com a pasta.

Assim, o gosto da Gianduia é forte e bastante similar ao da Nutella mas não é a mesma coisa, apesar das semelhanças. Também, a mistura não se trata de um chocolate, sendo este apenas um ingrediente da sua composição.

A ligação da Gianduia com a Nutella

Como você viu acima, existe uma forte semelhança da Gianduia com a Nutella, tanto no sabor, quanto na aparência e textura, mas ambas foram desenvolvidas por pessoas diferentes, em épocas diferentes.

As duas pastas foram desenvolvidas em decorrência da mesma necessidade: substituir o chocolate que se tornou escasso.  Em 1806, foi devido à invasão de Napoleão que tentou barrar o comércio britânico como forma de vencer a guerra.

O resultado disso foi que o bloqueio continental, que você já deve ter estudado, que fez com que o preço do chocolate subisse. Assim, os confeiteiros italianos da região de Turim começaram a utilizar avelãs misturadas ao chocolate para que ele rendesse mais e como a fruta era abundante na região, se tornou uma solução bastante viável. A mistura como você já sabe, ganhou o nome de Gianduia.

Já, a Nutella, surgiu apenas um século depois, quando novamente o chocolate voltou a ser caro e escasso na Europa por conta da Segunda Guerra Mundial. Então, em 1946, outro confeiteiro italiano, muito famoso por sinal, chamado Pietro Ferrero, fundador da Ferrero Rocher, recorreu novamente ao uso das avelãs para encorpar o chocolate, criando a “Pasta Gianduja” que mais tarde, em 1964, seria rebatizada de “Nutella”.

Por se tratar de um produto industrial, apesar de ter os mesmos ingredientes, a Nutella compõem mais uma série de ingredientes e conservantes em seu produto final, enquanto a Gianduia mantém a receita original, entregue de forma artesanal.

Quer experimentar essa delícia? Venha conhecer então o saborosíssimo Milkshake de Gianduia da It Burger que usa a essência perfeita representando o sabor original da criação italiana.

It Burger

A It Burger veio para criar tendências e inovar como hamburgueria premium, mas isso não pode ficar somente no discurso. Prezamos por oferecer aos nossos consumidores e amantes da boa comida, o melhor que há em cada matéria-prima, em cada ingrediente e ser cuidadoso em todos os detalhes que envolvem o prazer de comer em com qualidade e em alto nível.

Deixe uma resposta

Fechar Menu